Sábado, 23 de Abril de 2011

oração .

desliguei a música .

sentei-me no chão do chuveiro .

deixei a água correr .

fechei os olhos .

 

comecei por dizer olá .

perguntei-Lhe como estava , se as coisas andavam complicadas lá em cima .

depois , agradeci-Lhe por muitas coisas , pedi-Lhe outras (não muitas , porque odeio abusar) .

cantei-Lhe uma música , aquela da miley cyrus , 'when i look at you' .

penso que Ele gostou . afinal , é verdade que é para Ele que olho quando é tudo escuro e confuso .

despedi-me , com um trago de saudade na alma . gosto muito d'Ele .

 

à noite , não queria ter ido à igreja . culpo permanentemente a minha consciência por ser tão ... consciente .

estava a chover tanto ! seria tão bom ter ficado em casa .

mas conformei-me .

lá , fiz silêncio .

 

ouvi tantos batimentos cardíacos .

contei-os ; mas eram tão numerosos , e tão obstinadamente certos , que me perdi .

 

chegou a Hora . caminhei . cheguei à beira d'Ele . olhei-O nos olhos , procurei alguma coisa , um sinal . mas Ele estava tão sereno , tão poderoso , tão Rei , que apenas baixei a cabeça , num acto de puro respeito e admiração .

 

fui-me embora .

 

hoje falei-Lhe de novo , tal como ontem , numa oração devota , profunda e sincera .

 

é a primeira vez que escrevo sobre isto . talvez a última .

 

why do i do that ?

 

 

 

 

publicado por mariannecosta às 12:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Abril de 2011

life never ends !

pode já não dar mais para lutar . pode até ser desnecessário tentar recompor o que nos pertencia . mas nunca é o fim .

continuar , mesmo que não valha a pena , muda o sentido das coisas . torna-nos mais únicos , mais reais , mais nós .  basta descobrirmos o brilho do nosso sorriso , contarmos as cores que existem na íris dos nossos olhos , basta atentarmos numa pestana fora do sítio , para sabermos que a vida nunca acaba .

 

e é assim que ocupo o meu tempo . sou inutilmente persistente , não o posso negar . mas só eu sei a felicidade que sinto quando reparo na mudança de tom na tua voz , quando , inevitavelmente , decoro as inúmeras tonalidades do teu cabelo ou mesmo quando constato a pureza de uma lágrima que rasteja na minha face , por causa da distância .

 

seria mais fácil se te tivesse num estalar de dedos . mas as coisas sabem melhor quando somos nós a fazê-las .

 

depois , quando estás assim tão perto , não sei o que fazer . a felicidade eleva-se ao expoente máximo e não posso refutar a perfeição da vida .

 

o meu diário é muito antigo , e o tempo sente-se no folhear das páginas dele . mas tem uma sabedoria incomparável . na capa , lê-se : the most rewarding end in in life is to know that life never ends .

 

inteligente , não ?

 

 

publicado por mariannecosta às 18:34
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

balões-mauzinhos .

neste momento , há inúmeros balõezinhos a sair da minha cabeça .

dizem : 'eu bem te avisei' .

alguém , por engano , colocou um ponto final na minha história .

nem sequer teve a decência de colocar reticências ou um ponto e vírgula .

 

sou extremamente romântica , sou viciada em pastilha elástica com sabor a morango , amo perfumes do tipo euphoria , gosto de nude e outras cores pastel , paris é um sonho , colecciono óculos de sol , bem como ovelhas da nici , tenho a mania de inventar coisas para decorar o meu telemóvel incrivelmente bonito e costumo guardar o meu coração num frasquinho de vidro , quando não quero que ele se magoe . e no meio disto não cabe um ponto final . nem reticências . portanto , quem quer que tenha posto o maldito ponto final tem , decerto , inúmeros poderes .

 

 

nota para a vida 1 : a PONTUAÇÃO é sempre importante !

nota para a vida 2 : ninguém pode mexer nas notas da tua vida , nem na tua vida .

 

publicado por mariannecosta às 19:41
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Abril de 2011

something as stupid as breathing .

discutimos por coisas tão estúpidas como respirar .

ultimamente , tudo se resume a uma frase :

 

não dá mais .

 

leva tudo contigo , até a tua irredutível presença e a minha imbatível confiança .

há quem diga que tudo vai ficar bem . já estive muito mais perto de acreditar nisso .

 

ponto final .

espera . não . reticências . ou mesmo ponto de interrogação .

 

 

 (a heart is not a home without the one that gets you through the storm . - até faz sentido)

 

 

[tamanho não significa qualidade . portanto , desculpem lá as dimensões destes posts .]

publicado por mariannecosta às 11:55
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

hard .

odeio pessoas como tu .

mas a ti amo-te .

porquê ?

 

não quero estar contigo .

mas preciso de o fazer .

porquê ?

 

sou tão loucamente estúpida .

mas reconheço que só assim estou bem .

porquê ?

 

sei que és o pior para mim .

mas parece que só sou feliz com a infelicidade .

porquê ?

 

como é que digo adeus a alguém que não quero deixar ?

se soubesse que aquele seria o meu último e derradeiro momento de pura alegria , teria feito tudo diferente ?

 

estou enterrada em perguntas , e não consigo assentar os pés no chão .

tornei-me noutra pessoa , e está a ser impossível recuperar a parte de mim que sempre guardaste .

 

definitivamente , it's so hard to say goodbye .

agora , só consigo chorar , gritar , querer morrer .

 

obrigada .

 

 

publicado por mariannecosta às 20:04
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

cinderela.

sou um pouco como a cinderela .

quero fugir , mas deixo sempre um pedaço de mim , para que alguém me encontre .

 

publicado por mariannecosta às 15:52
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 5 de Abril de 2011

eu - eu - eu .

não posso simplesmente abandonar o meu corpo , e ser apenas alma ?

não posso morrer um bocadinho , para ter tempo para encontrar as respostas de que preciso ?

vá lá . não é pedir muito .

 

quero ficar comigo , só comigo , durante algum tempo . quero descobrir tudo o que tenho procurado incansavelmente .

quero abraçar-me , confortar-me , reconstruir-me . quero ser eu só mais uma vez .

quero regressar às minhas raizes , contar a minha história ; quero ver de cima tudo o que fiz , e , se puder , quero muito reajustar qualquer falha , qualquer incerteza .

 

desde que conseguiste controlar-me , sinto a necessidade de ver para além de ti .

deixa-me . abandona-me . sai .

 

chega .

 

depois , prometo que volto a mim , que retomo o meu caminho .

agora , sou só eu .

 

publicado por mariannecosta às 22:28
link do post | comentar | favorito
|

.get to me ♥

.pesquisar

 

.Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts fresquinhos ♥

. acordar.

. eu queria brincar com bon...

. eu não quero voltar.

. último dia.

. mariana .

. oxigénio, sff .

. a história .

. vénia sem obrigado.

. oração .

. life never ends !

.secret files ♥

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds